Institucional

Nossa História

Pioneira em ensino e pesquisa, a Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da Fundação Getulio Vargas (FGV EBAPE) criou o primeiro curso de Graduação em Administração Pública do Brasil.  

Em 2018, comprovou o seu papel inovador ao inaugurar o Instituto de Desenvolvimento Tecnológico (IDT), reconhecendo o papel estratégico da educação tecnológica para a evolução do país: uma formação profissional com foco na humanização, na democratização e no desenvolvimento sustentável. 

Unindo ciência e tecnologia, a FGV IDT tem a missão de estimular a consciência crítica dos indivíduos e de prepará-los como seres atuantes e conectados, que trabalharão para a transformação positiva da sociedade. 

Nossa Missão
"Educação, disseminação e aplicação do conhecimento e da tecnologia para pensar e agir eticamente pelo desenvolvimento do Brasil”. 

Estrutura Organizacional

Foto do professor

Prof. Flávio Vasconcelos

Diretor

Foto do professor

Prof. Roberto Pimenta

Vice-diretor

Foto do professor

Prof. Rodrigo Lamas

Coordenador Executivo

Estrutura FGV   

Realizados no formato online, os cursos da Graduação EAD da FGV garantem flexibilidade para os alunos estudarem no local e no horário que quiserem, tendo mais facilidade de conciliar carreira com vida pessoal.  

Mesmo com aprendizado 100% virtual, a Graduação Online conta com moderna infraestrutura física para receber quem deseja atendimento presencial. Há polos no Rio de Janeiro, em São Paulo e em Brasília, dotados de espaços amplos, com excelentes condições de iluminação, acústica e acessibilidade.  

As unidades estão preparadas para realização de palestras, orientação acadêmica, atividades em laboratórios, práticas interativas, além de espaço reservado para a aplicação da metodologia de ensino PBL (Problem Based Learning). 

01
02
03
04
05
06
07
08
09
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24

Comissão Própria de Avaliação (CPA) 

O FGV IDT instituiu uma Comissão Própria de Avaliação (CPA), composta por representantes de todos os segmentos da comunidade acadêmica e da sociedade civil organizada, para identificar as potencialidades, mapear os desafios e corrigir eventuais rumos do processo de autoavaliação do Instituto. São cinco os eixos principais: 

  • Eixo 1 - Planejamento e Avaliação; 
  • Eixo 2 – Desenvolvimento Institucional; 
  • Eixo 3 – Políticas Acadêmicas; 
  • Eixo 4 – Políticas de Gestão; e 
  • Eixo 5 – Infraestrutura física. 
CPA
Composição da CPA
Representação Nome
Representante do corpo docente e Presidente da CPA: Prof. Roberto da Costa Pimenta
Representante do corpo docente: Prof. Bernardo de Abreu Guelber Fajardo
Representante do corpo discente: Josiane da Silva Rodrigues de Almeida
Representante do corpo discente: Danielle de Paula Gomes
Representante do corpo técnico-administrativo: Marco Antônio Teixeira do Amaral;
Representante do corpo técnico-administrativo: Darliny Maria Amorim de Sousa Oliveira
Representante da sociedade civil: Gustavo Guimarães Marchisotti;
Representante da sociedade civil: Aline de Matos Lima Fróes.

Documentos Institucionais

ESTATUTO DA FGV

O estatuto social, utilizado pelas sociedades em ações, cooperativas e entidades sem fins lucrativos, ou o contrato social, utilizado pelas demais sociedades, é a certidão de nascimento da pessoa jurídica. Pelas cláusulas do seu conteúdo se disciplina o relacionamento interno e externo da sociedade. Em suas cláusulas identificam-se a sua qualificação, tipo jurídico de sociedade, a denominação, localização, seu objeto social, forma de integralização do capital social, prazo de duração da sociedade, data de encerramento do exercício social, foro contratual etc. Seu registro dar-se-á na Junta Comercial do Estado, ou nos Cartórios de Registro de Pessoas Jurídicas, conforme a natureza jurídica da sociedade.

Código de Ética

Referência para atuação pessoal e profissional de todos os públicos que fazem parte da comunidade FGV, o Código de Ética e Conduta estabelece um padrão de relacionamento respeitoso, transparente e aderente à missão, visão e aos valores e princípios éticos da Instituição.

Regimento Interno

O Regimento é um conjunto de regras que determinam a organização administrativa, didática, pedagógica, disciplinar, estabelecendo a forma de trabalho, as normas para realizá-lo, assim como os direitos e deveres de todos que convivem no ambiente.

PDI - Plano de Desenvolvimento Institucional

O Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI – consiste num documento em que se definem a missão da instituição de ensino superior, as estratégias para atingir suas metas e objetivos, e as políticas institucionais de ensino, pesquisa e extensão. Abrangendo um período de cinco anos, o PDI contempla o cronograma e a metodologia de implementação dos objetivos, metas e ações, observando a coerência e a articulação entre as diversas ações, e a manutenção de padrões de qualidade.

Atos Autorizativos

Os atos autorizativos são expedidos pelo Ministério da Educação – MEC para garantir o funcionamento de uma instituição de ensino superior para a oferta de seus cursos.  São modalidades de atos autorizativos para a graduação: credenciamento e recredenciamento de instituições de ensino superior (IES); e autorização, reconhecimento e renovação de reconhecimento de cursos de graduação.